Após rebaixamento, Espanyol anuncia a dispensa de Jonathan Calleri

Centroavante argentino não conseguiu emplacar pelo time espanhol na temporada 2019/2020

Rebaixado para a segunda divisão da La Liga, da Espanha, na última semana, o Espanyol começou a promover uma faxina no elenco já que terá entrada de caixa menor e anunciou na noite desta terça-feira (21) a saída de Jonathan Calleri.

Em entrevista coletiva, o diretor de futebol do clube da Catalunha, Francisco Rufete, comunicou a saída de Calleri em meio a uma lista de dispensa em ação de corte de despesas do Espanyol.

Iturraspe, Naldo, Ferreyra e Calleri não continuam. Bernardo é um jogador com quem estamos conversando devido à sua situação“, disse o dirigente.

Jonathan Calleri estava emprestado pelo Deportivo Maldonado, do Uruguai, ao Espanyol até o fim da temporada de 2019/2020 e tinha cláusula de compra em definitivo de 10 milhões de euros (cerca de R$ 58 milhões).

Agora sem clube, o atacante de 26 anos começa a pesar se vale uma volta a América do Sul após ter conseguido o segundo rebaixamento por um clube na carreira – já tinha caído com o Las Palmas – e tem o Boca Juniors, da Argentina, como alvo.

Nas últimas semanas, o Diário Olé, da Argentina, publicou informação de que o centroavante teria tido uma conversa com Román Riquelme, atual diretor do Xeneize, para retornar ao clube. Entretanto, as cifras do negócio afastaram o interesse.

Segundo Néstor Fabri, o tio e empresário do jogador, uma conversa está programada para os próximos dias para ajudar Calleri a por as ideias no lugar e decidir qual será o mercado que irá se aventurar.

O contrato de Jonathan com o Espanyol terminou e o clube não usa a opção. Hoje, nada se sabe, acabou de terminar o campeonato na Espanha”, iniciou Fabri. “Ele tem algumas ofertas lá na Europa”, afirmou Fabri, ao jornal Boca de Selección, da Argentina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais