Clube holandês entra na briga com Barcelona e Real Madrid por Igor Gomes, diz jornalista

Meio-campista do São Paulo é considerado a maior joia da base de Cotia dos últimos tempos

Tudo indica que Igor Gomes não ficará no São Paulo para a próxima temporada. Principal revelação da base de Cotia dos últimos anos, o meio-campista é alvo de cobiça de Juventus, da Itália, e Barcelona e Real Madrid, ambos da Espanha, e agora o Ajax, da Holanda, promete entrar na briga pela contratação.

Segundo o Blog do Jorge Nicola, no Yahoo!, o clube holandês, que acabou de comprar Antony por 16 milhões de euros, com mais seis milhões de euros em bônus, aproveitou a boa relação com a direção do Tricolor e procurou os agentes do meia de 21 anos para saber as condições de negócio.

Inclusive, os holandeses garantiram que apresentarão valores até maiores que na compra de Antony. Igor Gomes se tornou mais valioso por estar em vias de conseguir o passaporte português, só não saiu ainda devido à pandemia do coronavírus, e poderá jogar em qualquer time da Europa sem ocupar uma vaga de estrangeiro.

Entretanto, a publicação revela que Igor Gomes e o próprio São Paulo tem desejo de acerto com o Real Madrid. A boa relação do empresário do meia, Wagner Ribeiro, com o presidente merengue, Florentino Peres, tem causado grande expectativa de uma oferta já na abertura da próxima janela de transferências.

Igor Gomes tem contrato com o São Paulo até março de 2023 e uma multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 272 milhões). O portal Meu Tricolor apurou que uma oferta entre 35 a 40 milhões de euros (R$ 222 milhões) será o suficiente para o meia ser vendido. Porém, a condição da diretoria do Tricolor para fazer negócio é com o atleta saindo apenas após o fim da temporada de 2020.

IMPORTÂNCIA DE IGOR GOMES NO ORÇAMENTO DO SÃO PAULO

O planejamento financeiro do Tricolor para 2020 prevê um lucro de 33 milhões de euros (R$ 155 milhões) em vendas de jogadores da base e do elenco profissional. Hoje, o clube embolsou 7 milhões de euros pela venda de 20% dos direitos de David Neres ao Ajax e ainda vai receber mais 16 milhões pela compra de Antony.

Ou seja, a diretoria do São Paulo já conseguiu 23 milhões de euros e faltam ‘apenas’ 10 milhões de euros para bater a meta orçamentária. A venda de Igor Gomes pode significar a quitação de débitos do ano passado e o equilíbrio financeiro para o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, passar o cargo para o futuro mandatário com as contas no azul no fim de 2020.

Além disso, ainda falta adicionar a somatória total o valor de 1 milhão de euros (R$ 5,5 milhões) referentes da negociação de prioridade de compra de Gustavo Maia ao Barcelona, da Espanha, até o meio de 2020.

O clube catalão tem até o dia 30 de junho para pagar a quantia em que lhe garantiu a prioridade ou acertar a compra definitiva da jovem revelação da base do São Paulo por 4,5 milhões de euros (R$ 25 milhões).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais