Com dez mudanças, Diniz monta São Paulo para duelo contra o Guarani; veja o time

Treinador optou por um time misto para o confronto visando a série de decisões na próxima semana pelo estadual

O São Paulo encerrou, na manhã deste sábado (26), a preparação para enfrentar o Guarani, neste domingo (26), às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo de encerramento da primeira fase do Campeonato Paulista 2020. Líder do Grupo C, o Tricolor já está classificado ao mata-mata do estadual e, por está razão, terá um time misto.

Apesar de afirmar que a falta de ritmo foi o principal fator do revés para o Red Bull Bragantino, na última quinta, o técnico Fernando Diniz entende que é o momento de preservar os titulares já que a partir de quarta-feira (29) tem início os duelos de quartas de final do Paulistão.

LEIA MAIS: Denilson aconselha São Paulo a poupar contra o Guarani e ironiza o Corinthians

Na atividade deste sábado, o comandante treino de finalizações e tático e decidiu apenas manter o goleiro Tiagol Volpi. Se fosse em outro momento, Lucas Perri jogaria sem nenhum problema, mas como Volpi só tem um jogo oficial após a volta do futebol depois dos quatro meses de paralisação, é importante mantê-lo para acelerar o processo de ritmo de jogo já que goleiros tem uma adaptação diferente de um jogador de linha.

Assim, o São Paulo foi definido para ir a campo com Tiago Volpi; Igor Vinícius, Diego Costa, Anderson Martins e Léo; Luan, Liziero e Hernanes; Helinho, Paulinho Bóia e Brenner.

Na última rodada, o time do Morumbi só luta pela vitória para se manter no topo da chave – já que o Mirassol só tem um ponto a menos – e para tentar ter a melhor campanha da primeira fase – o que pode ser decisivo nos sorteios do mata-mata para jogar em casa.

POR QUE O SÃO PAULO UTILIZARÁ RESERVAS?

O resultado do Tricolor é um dos mais esperados da última rodada da primeira fase do estadual pelo fato de ter ligação direta com possível classificação do Corinthians.

LEIA MAIS: Ajudar o Corinthians? Diniz explica como o São Paulo irá enfrentar o Guarani

Nos bastidores do Morumbi, não houve qualquer menção sobre a fase do rival e há total confiança em Diniz para promover testes com o time misto.

O treinador, inclusive, gostou muito de Hernanes, Helinho e Paulinho Bóia nos treinos de Cotia e tinha a intenção de testá-los para saber o quanto pode usá-los numa mescla no time principal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais