Diniz quebra o silêncio e explica por que Alexandre Pato virou reserva no São Paulo

Treinador do Tricolor não esconde que esperava mais de uma das principais estrelas do elenco

Após a queda precoce do São Paulo no Campeonato Paulista 2020, o São Paulo de Fernando Diniz passou por mudanças no time e sobrou para Alexandre Pato ceder a vaga de titular a Liziero para a equipe ganhar mais um homem de controle do meio de campo.

Entretanto, a saída do camisa 7, apontado como uma das maiores estrelas do elenco ao lado de Daniel Alves, causou estranheza já que o próprio Fernando Diniz passou o primeiro semestre de 2020 apoiado o atacante.

Para esse jogo foi essa a possibilidade que achei melhor. Eu não sou de determinar uma coisa para sempre. Se eu achar que o Pato, em determinado momento, pode jogar do lado, certamente eu colocarei. Mas para esse jogo foram as opções que eu achei que se encaixavam melhor com a maneira que a equipe estava em campo“, disse Fernando Diniz.

LEIA MAIS DO SÃO PAULO
+ Daniel Alves diz que cada jogo é um sacrifício no Brasileirão: “Temos muito a melhorar”
+ Sobrevivente de tragédia no Líbano pede demissão de Leco do São Paulo; assista

Não faltaram oportunidades para que o Alexandre Pato pudesse ter entrado em campo diante do Fortaleza. No aquecimento, Vitor Bueno não sentiu confiança para jogar, após sentir dores durante a semana, e foi substituído por Paulinho Bóia.

Durante o jogo, Fernando Diniz fez duas das cinco substituições possíveis no Tricolor:

Liziero por Luan;
Paulinho Bóia por Gabriel Sara.

NÚMEROS DE ALEXANDRE PATO

Nesta temporada, Pato fez quatro gols em 13 jogos. No total nesta passagem pelo São Paulo, o atacante fez nove gols em 35 partidas: uma média de 0,25 gol por jogo.

Agora, o São Paulo se prepara para encarar o Vasco, domingo, às 16h, em São Januário, pela terceira rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 FORTALEZA

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de agosto de 2020, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Bruno Alves (São Paulo); Jackson, Osvaldo (Fortaleza)

GOL
São Paulo: Daniel Alves (42 minutos do 1º tempo)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo; Tchê Tchê; Igor Gomes, Daniel Alves, Liziero (Luan), Paulinho Boia (Gabriel Sara); Pablo.
Técnico: Fernando Diniz

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Paulão, Jackson (Carlinhos), Bruno Melo; Juninho (Wellington Paulista), Felipe, David; Romarinho (Mariano Vásquez), Osvaldo (Gabriel Dias), Yuri César (Fragapane).
Técnico: Rogério Ceni

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais