Pré-candidato à presidência do São Paulo, Marco Aurélio Cunha deixa a CBF

Ex-dirigente e atual conselheiro do Tricolor será candidato a vaga do presidente Leco

Marco Aurélio Cunha deu passo importante para confirmar a sua candidatura à presidência do São Paulo: pediu demissão da CBF. O médico deixou o cargo de coordenador de Seleções Femininas do país e começará a buscar apoio ao posto de mandatário do time do Morumbi.

Em entrevista ao Blog Dona do Campinho, do Globoesporte.com, MAC informou que a decisão de sair é por entender que não seria ético articular uma campanha à presidência do São Paulo atuando em um cargo da CBF e lamentou não poder acompanhar a Seleção Feminina nas Olímpiadas de Tóquio – que foi transferida para 2021 devido à pandemia do coronavírus.

Primeiro acho que cumpri um ciclo grande de cinco anos. Queria fazer Olimpíada mas ficou para ano que vem e sob incerteza. Espero estar como torcedor. Não ficaria bem eu estar articulando como pré-candidato do São Paulo dentro da CBF. Por uma postura ética optei por ter isenção e eticamente fazer parte dessa eleição sem constrangimento. Obviamente sempre vou respeitar a CBF, mas lá não posso estar em dois lugares ao mesmo tempo. Era o momento, aproveitando essa parada do futebol. Pra mim seria cômodo ficar. Mas não achei justo. Sendo que haveria uma eleição e eu como candidato ou apoiador“, disse.

A missão de Marco Aurélio Cunha agora é viabilizar a chapa e vencer uma convenção de nomes da oposição, ainda sem data definida devido ao covid-19, para se afirmar como um dos candidatos ao comando do São Paulo no triênio 2021/2022/2023.

Ex-dirigente do Tricolor na década de 2000, MAC articulou nos bastidores do clube do Morumbi nos últimos meses para saber se teria força para disputar o cargo de mandatário do São Paulo e recebeu apoio de conselheiros importantes.

Atualmente, o Conselho Deliberativo do São Paulo possui 240 cadeiras, número que será renovado para a 260 após a eleição de novembro. Na votação, serão 100 conselheiros eleitos e 160 conselheiros vitalícios. Eles serão responsáveis por eleger um novo presidente.

CONCORRENTES DE MARCO AURÉLIO CUNHA

Além de Marco Aurélio Cunha, o atual vice-presidente de Leco, Roberto Natel, é outro nome cotado como provável candidato. Julio Casares, responsável por organizar o grupo de centrão do clube, também está confirmado na disputa do pleito.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais