Renan revela que levou ‘calote’ de Josué no título da Libertadores do São Paulo: “Tá me devendo até agora”

Volante teve atuação importante na conquista do tricampeonato da Libertadores do Tricolor

Renan se sagrou campeão Paulista, da Libertadores e do Mundial de Clubes com a camisa do São Paulo em 2005. O volante relembra das conquistas pelo Tricolor com carinho e também não esquece de divida de Josué na final do torneio sul-americano.

Em live do site “Futebol Latino”, na última terça (16), Renan contou que no jogo decisivo do título da Libertadores o bicho que seria pago era quase 20 vezes o seu salário, mas acabou não ganhando por ‘egoísmo’ de Josué.

A gente estava ganhando por 1 a 0 e o Athletico tinha perdido um pênalti, o jogo estava difícil. Quando íamos para o segundo tempo, o Juvenal Juvêncio gritou da escada: ‘Mais R$ 500 mil!’, indicando que o bicho ia aumentar mais R$ 500 mil. Então, isso significaria mais R$ 20 mil para cada um, mais ou menos. E, nessa época, o Josué estava com um problema no tornozelo que ele só jogava nos jogos da Libertadores e eu treinava e jogava nos jogos do Brasileiro”, detalhou Renan.

Cheguei perto dele e falei: ‘Josuca, quando a gente fizer mais joga um gol, lá no finalzinho no jogo, pede para sair para eu ganhar o bicho também!’ Meu salário era de R$ 3 mil, R$ 3,5 mil na época e, de bicho, eu ia ganhar R$ 60 mil. E ele me disse: ‘Beleza, fica tranquilo’. O jogo foi passando, 2 a 0, 3 a 0, 4 a 0, eu gritava atrás do gol onde estava aquecendo e ele, obviamente, não ouvia, o estádio todo gritando. Eu não entrei, deixei de ganhar esse bicho. Acabou o jogo, abracei e disse: ‘É campeão, mas você está me devendo R$ 20 mil’. Ele disse ‘Beleza, depois eu te pago esses R$ 20 mil, vamos comemorar!’. Tá me devendo até agora esses R$ 20 mil”, completou Renan em tom de bom humor.

NÚMEROS DE RENAN NO SÃO PAULO

Renan defendeu o profissional do São Paulo entre as temporadas de 2004 e 2005, marcou apenas um gol em 79 jogos e conquistou os três títulos especiais de 2005.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais