Reviravolta no Campeonato Português pode ajudar Portimonense a comprar Júnior Tavares, do São Paulo

Virada de mesa no torneio de Portugal pode manter time de Tavares na elite

O São Paulo se frustrou há algumas semanas com o rebaixamento do Portimonense no Campeonato Português já que a queda causa a baixa de lucros no clube de Portugal e inviabilizaria a compra do lateral-esquerdo Júnior Tavares. Entretanto, tudo pode mudar na base da virada de mesa.

Segundo reportagem da Gazeta Esportiva, o Portimonense ainda acredita na possibilidade de permanecer na primeira divisão. A Liga Portuguesa identificou irregularidades na inscrição do Vitória de Setúbal, primeiro time fora da zona de rebaixamento, com apenas um ponto a mais do que a equipe de Júnior Tavares.

Caso a punição ao clube de Setúbal seja confirmada, a tendência é que o Portimonense seja o beneficiado, escapando do descenso. Dessa forma, o clube deve discutir internamente a contratação em definitivo do jogador nos próximos dias, teria de pagar 10 milhões de euros (R$ 58 milhões) e comunicará sua decisão até a próxima semana.

Apesar da campanha negativa do Portimonense no Campeonato Português, Júnior Tavares foi um dos principais destaques técnicos do time. O jogador alcançou um melhor nível técnico após a paralisação do futebol, quando passou a ser escalado como segundo volante na equipe lusitana.

Pelo Portimonense, Júnior Tavares disputou 18 partidas na última temporada e marcou um gol. Vale lembrar, antes de ser emprestado aos portugueses, o lateral-esquerdo já havia sido cedido pelo São Paulo à Sampdoria, da Itália.

Revelado pelo Grêmio, Júnior Tavares chegou ao Tricolor em 2016 para atuar pela base. Após uma boa temporada no time de juniores, o lateral-esquerdo foi adquirido em definitivo pelo São Paulo, que promoveu o jogador para a equipe profissional em 2017. Sob o comando de Rogério Ceni, ele ganhou espaço e foi titular durante boa parte daquele ano, porém logo em seguida perdeu o prestígio dentro do clube e viu suas oportunidades reduzirem.

MULTA RESCISÓRIA DE JÚNIOR TAVARES

Com contrato válido com o São Paulo até o fim de 2021, Júnior Tavares possui multa rescisória na casa dos 40 milhões de euros (cerca de 227 milhões), porém, o Tricolor não deve dificultar numa eventual negociação com o Portimonense por estar precisando de grana para quitar dívidas.

São Paulo e o Portimonense possuem bom relacionamento e o Tricolor tem enviado jovens atletas para período de testes no clube português. No ano passado, por exemplo, o time de Portimão comprou 50% dos direitos econômicos do meia Lucas Fernandes por R$ 10 milhões.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

O Meu Tricolor usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Leia mais